Banco de referencias

ABRAMOVICH, Fanny. O estranho mundo que se mostra às crianças. São Paulo, Summus, 1983.

________. Quem educa quem? São Paulo, Summus, 1985.

________. Brincar: um verbo que a cidade escondeu da criança. Jornal da Tarde. São Paulo, 7/10/78.

ALMEIDA, Aluísio de. Notas do folclore infantil sul paulista. Revista do Arquivo Municipal, 12 (108):113-119, maio/jun.1946.

ALTMAN, R. "Brincando na história" in História das crianças no Brasil - S.P., Contexto, 1999

ARAÚJO, Alceu Maynard de. Documentário folclórico paulista - fotos e diagramas do autor. Il.de Osny Azevedo. Revista do Arquivo Municipal. São Paulo, 20 (157):7-145, jul/dez.1953.

________. Lúdica infantil. Boletim Trimestral da Comissão Catarinense de Folclore. Florianópolis, 2(8):6-14, dez.1950.

AREÃO, João dos Santos. O pião. Boletim Trimestral da Comissão Catarinense de Folclore. Florianópolis, 1(3):25-26, mar.1950.

BORGES RIBEIRO , Maria de Lourdes. O folclore na escola. Cadernos de Folclore. Rio de Janeiro, FUNARTE, 1976.

BOSI, Eclea. Memória e sociedade: lembranças de velhos. 2.ed., São Paulo, T.A. Queiroz/EDUSP, 1987.(1.ed. 1973)

BRANDÃO, C.R. O que é folclore. 7.ed. São Paulo, Brasiliense, 1986. (1.ed. 1982)

BRAUNWIESER, Martin. 25 brinquedos cantados populares infantis. São Paulo, Irmãos Vitale Ed., 1953, 55p.

CAMPOS, Maria Elisa R. et alii. Jogos infantis: guia e coletânea. São Paulo, Companhia Editora NacionalM, 1934, 88p. (reeditado pelo INEP).

CARVALHO, André & CARVALHO, David. Como brincar à moda antiga. Belo Horizonte, Editora Lê, 1987. (Col. Pergunte ao José).

CARTA, Mino. Histórias da Mooca. Rio de Janeiro, Ed.Berlendis & Vertecchia Ltda., 1982.

CASCUDO. Luiz da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. Rio de Janeiro, Instituto Nacional do Livro, 1962.

________. Jogos e brinquedos do Brasil - Correio da Noite. Rio de Janeiro, 15/4/1947.

CHANAN, G. & FRANCIS, H. Juegos y juguetes de los niños del mundo. Serbal/UNESCO, 1984.

COLEÇÃO SÃO PAULO - Acervo iconográfico da Eletropaulo, 1907.

COSTA, Dante. A infância e a recreação. 4.ed., Rio de Janeiro, Imprensa Nacional, Departamento Nacional da Criança, M.E.S., 1942, 49p.

COSTA, Luís Edmundo da. De um livro de memórias. 1958.

DAMANTE, Hélio. Folclore brasileiro. São Paulo, MEC/FUNARTE, 1980.

ELETROPAULO. São Paulo - Registros 1899-1940. Ed. Eletropaulo, 1982.

ERNANI DA SILVA, Bruno. História e tradições da cidade de São Paulo. Rio de Janeiro, José Olímpio, 1954, v. 3.

FARIA, Alberto. Jogos infantis. Rio de Janeiro, Almanaque Garnier, 1909.

FERNANDES, Florestan. Folclore e mudança social na cidade de São Paulo. Petrópolis, Ed.Vozes, 1979.(1.ed. revista Anhembi São Paulo, nos 106 a 114, 1959 - 1960).

FRAGA, Cristiano. Dicionário de brinquedos. Folclore, 3(13):7, maio/jun, 1952.

FREITAS, Affonso A.de. Tradições e reminiscências paulistanas. São Paulo, Governo do Estado de São Paulo, 1921-1978.

FREYRE, Gilberto. Casa grande e senzala. Rio de Janeiro, Schmidt, 1938.

FRIEDMANN, Adriana. Jogos Tradicionais na cidade de São Paulo: recuperação e análise da sua função educacional. São Paulo, 1990. Tese (mestrado).

FRIEDMANN, Adriana. A Arte de brincar. São Paulo, 1992, Ed. Scritta

FRIEDMANN, Adriana et alii. O direito de brincar - a brinquedoteca, Fundação Abrinq-Scritta, São Paulo, 1994

GARCIA, A. R. Dorea. História dos bairros de São Paulo - Aclamação. São Paulo, Prefeitura do Município de São Paulo - Secretaria Municipal de Cultura, s.d. v.19.

HALLIER, Judith & MACEDO, Jovino Guedes de. Jogos do escolar de São Paulo. Psicologia Educacional. São Paulo, USP, n.1, 1946.

INEP - Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos. Jogos Infantis na escola elementar. Rio de Janeiro, INEP, 1955. (reedição de 1934)

KOCH, Dorvalino. Jogos infantis e educação. Faculdade de Educação - USP, 1975.

LIMA, Rossini Tavares de. Abecê do folclore. São Paulo, Ricordi, 1968. (1. ed. 1945)

LIMA, Rossini Tavares de & ANDRADE, Julieta de. Escola de folclore. CDU by Escola de Folclore. Ed. Livramento, 1979.

LIRA, Mariza & POSADA, Leonor. Uma, duas angolinhas. Rio de Janeiro, 1941.

MACHADO, Antonio A. Sociedade. In: Brás, Bexiga e Barra Funda. Rio de Janeiro, José Olímpio, 1921.

MAIA, Francisco Prestes. Os melhoramentos de São Paulo. São Paulo, Prefeitura Municipal, 2a tiragem atualizada 1945.

MEDEIROS, Ethel Bauzer. Plano de um manual de recreação para escola elementar (com coletânea de jogos). Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Rio de Janeiro, 21 (54), 1954.

________. Jogos para recreação infantil. Fundo de Cultura, 1960, 2v.

________. 108 jogos para jardim de infância. Rio de Janeiro, Agir, 1960.

________. O lazer no planejamento urbano. Cadernos de Administração Pública, Rio de Janeiro, FGV, (82), 1971.

MELO, Veríssimo de. Rondas Infantis Brasileiras. Revista do Arquivo Municipal, 1953, v. 19.

________ Origem de um jogo popular. Folclore, 1(6):1, maio-jun, 1950.

________. Jogos populares do Brasil. In: Revista do Arquivo Municipal, 26-27 (161-162) (335-382), jan-mar.1958/1959, il.

MIRANDA, Nicanor. Técnica do jogo infantil organizado. Revista do Arquivo Municipal. São Paulo, Departamento de Cultura, 71, 1940.

________. Jogos motores para crianças de 7 a 9 anos. Revista do Arquivo Municipal, 1943, v. 93.

________. Jogos motores para crianças de 10 a 12 anos. Revista do Arquivo Municipal, 1944, v. 97.

________. 200 jogos infantis. Belo Horizonte, Ed. Itatiaia, 1980. 1. ed. 1948.

________. Organização das atividades de recreação. Belo Horizonte, Ed. Itatiaia, 1984.

NAVARRO, Maria Alice Magalhães. Aproveitamento dos jogos folclóricos na educação física. São Paulo, ECA, 1985. Tese (doutorado).

NETO, Soffiatti. O jogo das bolinhas. Cadernos de Folclore. Rio de Janeiro, FUNARTE, 1977.

NEVES, Guilherme Santos. O jogo das pedrinhas. Folclore, 2(7- 8):1, jul/out, 1950.

________. O jogo de gude. Folclore, 2(7-8):1-jul/out, 1950.

PACHECO, Renato José Costa. O jogo do "papão". Folclore, 2(9):6, nov/dez.1950.

PELLEGRINI, Domingos. Os meninos crescem. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1986.

PIMENTEL, Alberto Figueiredo. Os meus brinquedos - livro para crianças, 4.ed. Rio de Janeiro, Liv. Quaresma, 1958, 286p.

PINTO, Alexina de M. Os nossos brinquedos - contribuição para o folclore brasileiro. Coleção Icks, série B. Lisboa, A Editora, 1909, 303p., il.

________. Cantigas das crianças e do povo - danças populares. Rio de Janeiro, 1916.

REALE, Ebe. Brás, Pinheiros, Jardins: três bairros, três mundos. Biblioteca Pioneira de Estudos Brasileiros. São Paulo, EDUSP, 1982.

REZENDE, Angélica de Garcia. Nossos avós contavam e cantavam: ensaios folclóricos e Tradições brasileiras. In: TradiçÕes Populares - Brasil. Belo Horizonte, Sion, 1968. (Disco) - 1957, 188p., il.

RIZZI, Leonor & HAYDT, Regina Célia. Atividades lúdicas na educação de crianças. São Paulo, Ed. Ática S.A., 1986.

RHODIA. Criança brinca, não brinca? São Paulo, Rhodia S.A., 1979.

________. O caderno de São Paulo. s.d.

SABINO, Fernando. A vitória da infância. In: Criança brinca, não brinca? Antologia de contos. São Paulo, Edição especial da Rhodia S.A., 13-20, s.d.

SESSO, Jr. Geraldo. Retalhos da velha São Paulo. 2.ed., 1986.

SILVA, Maria Alice Setúbal Souza et alii. Memória e brincadeiras na cidade de São Paulo nas primeiras décadas do século XX / Setúbal e Silva, Garcia e Ferrari. São Paulo. Cortez: CENPEC, 1989. (Biblioteca da educação, série 1. Escola, v.7).

SILVA, N. Pithane. Recreação. São Paulo, Cia. Brasil Ed., 1959, 166p.

________. Recreação, jogos, diversões, passatempos, anedotas. São Paulo, Brasil Editora, 1970.

TELLES, Lygia Fagundes. Negra jogada amarela. In: Criança brinca, não brinca? Antologia de Contos. São Paulo, Edição especial da Rhodia S.A., 21-30, s.d.